Por que aprender chinês? Perfil dos professores (quem são e um breve recado)
“Aprender o mandarim significa poder ter contato com cinco mil anos de história. Além disso, é muito diferente das línguas ocidentais, o que representa um desafio àquele que estuda.”

Prof. Me. Juliano Ko – Diretor da escola e professor desde 1999, possui título de mestre pela Universidade Federal de Taiwan
“O mandarim representa uma cultura rica e completa, baseada nos ensinamentos de ética e moral de Confúcio. Por isso, a língua é uma ponte de ligação entre o oriente e o ocidente, o que diminui a distancia entre as pessoas.”

Prof. Jéssica Liu, formada em Direito, é professora desde 1998.
“O Brasil é o terceiro país do mundo que mais faz negócios com a China. Esses grandes parceiros necessitarão de profissionais qualificados e falantes da língua para os negócios.”

Prof. Rosana Liu – Ensina na escola Kotaitai desde 2005, é formada em Taiwan
“Aprender mandarim significa, além de dominar um instrumento de negócios, ser conhecedor de uma cultura fundamentada nos princípios de moral e ética.”

Prof. Regina – Professora de mandarim desde 1998, é formada em Comércio exterior.
“Saber línguas é um diferencial no mercado de trabalho. Com o crescimento da China, as pessoas que tiverem conhecimento da mandarim estarão mais aptas a disputar uma vaga neste mercado tão competitivo. É um investimento em si mesmo.”

Prof. Erik Lin – Professor de mandarim desde 2006, formado em informática.